Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Vieira da Silva não ficou surpreendido com taxa de desemprego de 7,6%

O ministro do Trabalho, Vieira da Silva, afirmou hoje não ter ficado surpreendido com a queda da taxa de desemprego para os 7,6% em 2008, uma vez que os valores estão em linha com as projecções do Governo.

Negócios com Lusa 17 de Fevereiro de 2009 às 13:16
  • Partilhar artigo
  • ...
O ministro do Trabalho, Vieira da Silva, afirmou hoje não ter ficado surpreendido com a queda da taxa de desemprego para os 7,6% em 2008, uma vez que os valores estão em linha com as projecções do Governo.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de desemprego atingiu os 7,6% no final de 2008, o que representa um desagravamento de 0,4% face aos 8% de 2007.

"Não quer dizer que os problemas estejam ultrapassados mas este valor significa que 2008 teve um comportamento mais favorável do que alguns analistas previam", disse da Vieira Silva, em conferência de imprensa, após a divulgação dos dados.

Questionado sobre um possível agravamento da taxa de desemprego nos primeiros meses deste ano e face ao aumento dos despedimentos, Vieira da Silva diz que vai aguardar pelos dados do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), mas lembrou que o primeiro trimestre é "sempre mais difícil", tendo em conta o factor sazonalidade.

"É natural que com a quebra da procura internacional e a recessão generalizada haja um risco sério e grave para a manutenção do emprego. Mas é o preciso investir na economia", frisou.

A revisão do Governo para o conjunto do ano era de 7,7%.

Ver comentários
Outras Notícias