Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Vítor Gaspar: “Nós não precisamos de nos tornar um grande País. Nós somos um grande País”

O ministro das Finanças defende que Portugal tem de pôr em prática o espírito empreendedor. O País precisa de ordem, além de uma “transformação estrutural profunda”, nas palavras de Vítor Gaspar.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 07 de Junho de 2013 às 19:02
  • Assine já 1€/1 mês
  • 91
  • ...

Vítor Gaspar considera que os portugueses precisam de “arriscar” porque, acredita, Portugal tem “um óptimo futuro” pela frente.

 

“Nós não precisamos de nos tornar um grande País. Nós somos um grande País”, afirmou o Ministro de Estado e das Finanças na conferência “Iniciativas financeiras e fiscais para o investimento, crescimento e emprego”, organizada pela CGD esta sexta-feira, 6 de Junho.

 

Para Gaspar, o que Portugal precisa de fazer é de “trabalhar com afinco”. “Precisamos de produzir, precisamos de realizar o espírito empreendedor”, afirmou em resposta à pergunta de um empresário sobre o sector agrícola.  

O ministro das Finanças afirmou que os empresários portugueses precisam de estar disponíveis para “arriscar”, palavra que utilizou para voltar ao tema do investimento.  

 

“Por isso é que nos parece que o momento do investimento” deve ser agora, concluiu o governante na resposta ao empresário na conferência e voltando à ideia central que tem marcado as suas últimas intervenções públicas.  

 

Na sua apresentação inicial, Vítor Gaspar também já tinha falado sobre o facto de ser “crucial” o relançamento do investimento produtivo para a recuperação da economia portuguesa. Foi nesse sentido que disse que o que falta agora é a acção dos empresários. Para essa ajuda do impulso ao investimento produtivo, as Finanças contam com a Caixa Geral de Depósitos, disse o governante.

Ver comentários
Saber mais Vítor Gaspar ministro das Finanças
Outras Notícias