Conjuntura Volume de negócios das empresas abranda em 2018

Volume de negócios das empresas abranda em 2018

Os principais indicadores económicos das empresas mostram sinais de abrandamento face ao ano anterior. A construção e imobiliário continua a destacar-se pela positiva.
Volume de negócios das empresas abranda em 2018
Paulo Duarte
Susana Paula 20 de setembro de 2019 às 11:40
O volume de negócios das empresas portuguesas subiu 6,4% em 2018, abrandando face ao crescimento de 9,1% verificado no ano anterior, divulgou o Instituto Nacional de Estatística (INE), nesta sexta-feira, 20 de setembro.

"Embora o desempenho económico das sociedades não financeiras tenha registado evoluções favoráveis nos principais indicadores em 2018, as suas taxas de crescimento foram inferiores às do ano anterior", afirma o INE.

Além do travão no volume de negócios, a tendência de abrandamento verifica-se também no valor acrescentado bruto, que cresceu 5,6% em 2018, e do excedente bruto de exploração, que subiu 2,8%, quando, no ano anterior, tinham aumentado 8,5% e 9,4%, respetivamente.

Construção e imobiliário foi o setor que mais cresceu

A construção e as atividades imobiliárias foi o setor de atividade onde as empresas registaram os crescimentos mais expressivos das principais variáveis económicas (todos acima de 10%). O mesmo acontece no investimento: a taxa de investimento nesta área registou o maior aumento, atingindo 34,4% em 2018, acelerando face à subida de 9,8% registada no ano anterior.

Este setor representava 18,9% das empresas em Portugal (77,5 mil sociedades), 10,8% do pessoal ao serviço e 7,5% do volume de negócios.

Já o setor do alojamento e restauração registou uma desaceleração: o volume de negócios avançou 7,5%, o valor acrescentado bruto 7,2% e o excedente bruto de exploração 11,7% (face a 18,1%, 22,1% e 33,5% no ano anterior, respetivamente). Foi este setor que também registou o maior aumento dos gastos com pessoal (+11,9%)

Os setores da indústria e energia e do comércio foram os que mais contribuíram para o crescimento do volume de negócios, afirma o INE.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI