Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Volume de negócios na indústria cresce 2,1% em 2001; cai 7,9% em Dezembro

O volume de negócios na indústria nacional aumentou 2,1% no conjunto do ano passado, apesar da quebra mensal de 7,9% verificada em Dezembro, anunciou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

João Mata 14 de Fevereiro de 2002 às 11:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O volume de negócios na indústria nacional aumentou 2,1% no conjunto do ano passado, apesar da quebra mensal de 7,9% verificada em Dezembro, anunciou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

No último mês do ano passado, este indicador registou uma subida de 1,2% face ao período homólogo, segundo a mesma fonte.

No conjunto de 2001, as vendas de bens de consumo cresceram 4,6%, enquanto na energia e nos bens intermédios verificaram-se incrementos de 3,2% e de 1,1%, respectivamente. Em sentido inverso evoluíram os bens de investimento, com o volume de negócios a recuar 2,3% neste segmento.

Em termos mensais, os bens intermédios foram responsáveis por uma descida de 19,1%, uma tendência que foi seguida nos bens de investimento, com uma queda de 18,8%, e nos bens de consumo, em que o recuo se cifrou nos 3,6%. Na energia, verificou-se uma progressão de 16,6% face a Novembro.

Por sectores de actividade, o volume de negócios nas indústrias extractivas aumentou 10,4% em 2001. As indústrias transformadoras apresentaram um crescimento de 1,1%, enquanto a produção e distribuição de electricidade, gás e água foi responsável por um acréscimo de 8,6%.

No mês, este último sector foi o único a apresentar uma subida, com esta a cifrar-se nos 10,7%. Nas indústrias extractivas, o volume de negócios recuou 21,2% relativamente a Novembro e nas indústrias transformadoras a quebra mensal situou-se nos 10,2%.

As quebras verificadas face a Novembro estiveram relacionadas com o menor número de dias de trabalho no último mês do ano, devido à época do Natal, o que se reflectiu numa descida da produção na indústria, com efeitos nos níveis de vendas.

Mercado nacional lidera ganhos em 2001

No que respeita ao mercado nacional, o volume de negócios na indústria cresceu 2,4% no ano passado, suplantando a subida de 1,3% verificada no mercado externo, segundo os dados do INE.

No mercado interno, os bens de consumo apresentaram um crescimento de 6,4% em 2001, enquanto a energia registou uma subida de 3,4%. Nos bens intermédios, o aumento anual cifrou-se nos 0,6%.

No que respeita aos bens de investimento, a quebra de 5,7% apresentada no mercado nacional foi parcialmente diluída pela subida de 1,4% registada no mercado externo.

Nas vendas para o estrangeiro, o segmento da energia foi o único a apresentar um decréscimo em 2001, ao ser responsável por uma quebra de 0,8% face ao ano anterior.

Nos bens de consumo e nos bens intermédios verificaram-se subidas anuais de 0,4% e de 2%, respectivamente.

Outras Notícias