Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Wadhwani receia crises "recorrentes" da dívida soberana depois do resgate da Grécia

A Zona Euro corre o risco de viver novas crises da dívida, sobretudo devido ao facto de não ter ainda preparado um sistema para resgatar outros países em apuros, diz Sushil Wadhwani, ex-membro do comité de política monetária do Banco de Inglaterra entre 1999 e 2002.

Negócios negocios@negocios.pt 04 de Maio de 2010 às 19:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
A Zona Euro corre o risco de viver novas crises da dívida, sobretudo devido ao facto de não ter ainda preparado um sistema para resgatar outros países em apuros, considera Sushil Wadhwani, ex-membro do comité de política monetária do Banco de Inglaterra entre 1999 e 2002.

“Não dispomos de um verdadeiro mecanismo credível para lidar, potencialmente, com Portugal e Espanha”, declarou Wadhwani num evento organizado hoje pela Fathom Financial Consulting em Londres.

“Suspeito fortemente que teremos crises recorrentes da dívida soberana. No entanto, não sei quanto tempo demorará a chegar a próxima”, sublinhou o fundador da Wadhwani Asset Management, citado pela Bloomberg.

Na opinião deste responsável “é uma pena que se tenha demorado tanto tempo a atribuir os fundos” à Grécia. “Um pacote de 50 mil milhões de euros em Fevereiro teria surpreendido os mercados de forma positiva. Agora, eles [os gregos] precisam de 110 mil milhões de euros e, ainda assim, os efeitos dessa ajuda estão a dissipar-se, essencialmente porque os mercados percepcionaram esse resgate – e correctamente – como sendo uma mera ajuda em matéria de liquidez que não vai resolver o problema da solvência”, acrescentou.

Wadhwani disse também estar preocupado com o impacto dos acontecimentos na Zona Euro sobre a economia britânica. “Atendendo a que a Zona Euro é um parceiro tão importante para nós, receio que possa infectar o Reino Unido”, declarou, citado pela Bloomberg.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias