Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Wall Street desliza mais de 1,5% com receios sobre a Irlanda e expansão da China

Contas públicas da Irlanda continuam a preocupar os investidores, que têm penalizado os juros da dívida dos países europeus e americanos. Bolsas dos EUA deslizaram mais de 1,5%.

Negócios negocios@negocios.pt 16 de Novembro de 2010 às 21:34
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
O Dow Jones caiu 1,59% para os 11.023,50 pontos enquanto o Nasdaq depreciou 1,75% para os 2.469,84 pontos. O S&P 500 perdeu 1,62% para os 1.178,34 pontos.

Além das preocupações com a dívida irlandesa, os investidores estão a penalizar os mercados bolsistas devido aos receios de que a China implemente medidas, nomeadamente suba os juros, para travar a evolução dos preços no consumidores. Medidas essas que deverão também ter impacto no crescimento da economia chinesa, com implicações para o resto do mundo.

As quedas foram generalizadas nas praças norte-americanas. A Yahoo cedeu 2,17% para 16,24 dólares, acompanhada pela Cisco que caiu 2,70% para 19,43 dólares.

A Alcoa desceu 2,76% para 13,03 dólares e a General Electric depreciou 2,10% para 15,86 dólares.

A fabricante de aviões Boeing caiu 1,30% para 62,78 dólares e o banco Citigroup desvalorizou 2,31% para 4,22 dólares.

A contrariar a tendência esteve a Wal-Mart com um ganho de 0,57% para 54,26 dólares depois de ter sido divulgado que o resultado líquido da maior retalhista do mundo cresceu 9% no terceiro trimestre, com a unidade internacional a compensar a quebra sofrida nos Estados Unidos.





Ver comentários
Saber mais Wall Street Dow Jones Nasdaq
Outras Notícias