Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Weidmann rejeita o uso da "bazuca" ou do "nuclear" por parte do BCE

O presidente do Bundesbank e membro do BCE, Jens Weidmann, considera que o banco central tem de resistir à pressão que tem sido feita no que respeita à compra de dívida dos governos. Weidmann rejeita que se recorra à "bazuca" ou a uma "opção nuclear".

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 19 de Janeiro de 2012 às 19:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
Há vários intervenientes que têm apelado para que o Banco Central Europeu (BCE) use a “bazuca” ou uma “opção nuclear” na “compra ilimitada de obrigações governamentais e na limitação das ‘yields’” da dívida, afirmou o responsável, citado pela Bloomberg, reforçando declarações já ontem efectuadas neste sentido.

“Há uma série de razões legais, económicas e políticas porque não devemos fazer isso”, acrescentou.

Weidmann diz que tal atitude, por parte do BCE, violaria a legislação da União Europeia, retirando os incentivos para os governos implementarem reformas orçamentais.

O BCE comprou, desde Maio de 2010, obrigações dos países sob pressão no valor total de 217 mil milhões de euros.
Ver comentários
Saber mais BCE bazuca nuclear obrigações dívidas Bundesbank Jens Weidmann
Mais lidas
Outras Notícias