Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Alunos portugueses aprendem cada vez mais espanhol e menos inglês e francês

O inglês é a língua estrangeira mais aprendida na União Europeia com mais de 96% dos alunos europeus a aprender a língua de Shakespeare. Segue-se o francês, alemão e espanhol. Em Portugal, a aprendizagem de inglês continua a dominar, mas com uma queda significativa. Já o espanhol está a disparar.

Reuters
André Cabrita-Mendes andremendes@negocios.pt 25 de Setembro de 2014 às 11:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • 19
  • ...

O inglês continua a ser a língua estrangeira que os estudantes europeus mais aprendem, mas o espanhol está a subir.

 

A língua de Shakespeare dominava na aprendizagem de línguas estrangeiras (96,7%) na União Europeia em 2012, tendo mesmo aumentado a sua margem face a outras línguas desde 2005 (89,9%).

 

Segue-se o francês (34,1%), com menos 63 pontos percentuais do que o inglês, o alemão (22,1%) e o espanhol (12,2%).

 

Os dados foram divulgados pelo Eurostat esta quinta-feira, 25 de Setembro, pela ocasião da celebração do dia europeu das línguas na sexta-feira, 26 de Setembro. Actualmente existem 24 línguas oficiais na União Europeia.

 

A percentagem de alunos do terceiro ciclo e ensino obrigatório a aprender uma destas quatro línguas estrangeiras - inglês, francês, alemão e espanhol - aumentou entre 2005 e 2012.

 

A subida mais acentuada verificou-se na aprendizagem do espanhol que aumentou 4,8 pontos percentuais desde 2005 para os 12,2% em 2012.

 

Em Portugal, a aprendizagem do inglês diminuiu em sete anos, dos 98,3% para os 86,4%. A par desta descida, encontra-se a subida da aprendizagem do espanhol que aumentou 20,5 pontos percentuais para os 21,6%.

 

Esta foi a maior subida da língua de Cervantes em todos os países da União Europeia, apesar de ser na Suécia (42,3%) e França (36,2%) onde se encontram as maiores percentagens de alunos a aprender espanhol como língua estrangeira, sendo Portugal o terceiro.

 

Já o francês em Portugal sofreu uma redução mais abrupta passando dos 88,1% em 2005 para 57,4% em 2012, menos 30,7 pontos percentuais. O alemão manteve-se em níveis residuais de 0,6% para 0,5%.

 

Olhando para todos os estados-membros, o inglês tem uma percentagem de alunos superior a 90% em todos os países excepto na Bélgica (45,4%), Luxemburgo (54,4%), Hungria (62,6%), Bulgária (86,2%) e Portugal (86,4%).

 

Portugal foi um dos três países onde a aprendizagem de inglês mais caiu (de 98,3% em 2005 para 86,4% em 2012), Espanha (de 98,4% para 98,1%) e Letónia (96,2% para 96,1%).

 

Na aprendizagem de francês, mais de metade dos alunos aprendia esta língua em seis países: Chipre (97,1%), Roménia (85,7%), Itália (69,9%), Irlanda (63,5%), Holanda (57,7%) e Portugal (57,4%). Entre 2005 e 2012, o francês caiu em 14 estados-membros e aumentou em nove.

 

No alemão, quatro países registam valores superiores a 50%: Dinamarca (73,5%), Polónia (69,2%), Holanda (51,5%) e Eslováquia (50,2%).

 

O ensino do espanhol não sofreu em sete anos redução em nenhum dos estados-membros, tendo somente aumentado ou mantido o nível de alunos.

Ver comentários
Saber mais União Europeia Portugal inglês alemão francês espanhol língua estrangeira ensino educação
Outras Notícias