Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Pedidos de subsídio de desemprego desceram nos EUA na última semana

O número de norte-americanos que pediram subsídio de desemprego na semana passada decresceu e levou a média do número de pedidos a descer para o valor mais baixo desde 2008, à medida que a recuperação económica leva as empresas a reterem pessoal.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 01 de Abril de 2010 às 14:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O número de norte-americanos que pediram subsídio de desemprego na semana passada decresceu e levou a média do número de pedidos a descer para o valor mais baixo desde 2008, à medida que a recuperação económica leva as empresas a reterem pessoal.

O número de norte-americanos que pediram subsídio de desemprego desceu em 6 mil pedidos para 439 mil pessoas na semana que terminou a 27 de Março, em linha com as estimativas dos analistas inquiridos pela Bloomberg. O número de pessoas a receber subsídio de desemprego permaneceu pouco alterado, enquanto as pessoas beneficiarem de um prolongamento dos subsídios subiu.

Os empregadores estão a abrandar o número de despedimentos, naquele que constitui um sinal de confiança de que a economia está a emergir da pior recessão desde 1930. Ganhos sustentados do desemprego são necessários para impulsionar a despesa dos consumidores, que contribui para cerca de 70% da economia dos Estados Unidos.

“As empresas que têm precisado de empregados mas se recusaram a contratar vão começar a fazê-lo”, disse o presidente da Naroff Economic Advisores, Joel Naroff à Bloomberg. “Mas assim que eles comecem a contratar esses trabalhadores, podem voltar a abrandar o ritmo de contratações. Isso poderia conduzir a ganhos [do emprego] lentos que poderão reaparecer em mais tarde, em 2010”

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias