Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Quatro universidades portuguesas entre as 500 melhores do mundo

Lisboa, Porto, Universidade Técnica de Lisboa e Coimbra. São estas as quatro universidades portuguesas que estão entre as 500 melhores do mundo. Coimbra é a novidade deste ano.

Paulo Duarte/Negócios
Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 16 de Agosto de 2013 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

O “ranking” Xangai 2013 coloca quatro universidades portuguesas entre as 500 melhores do mundo. As Universidades de Lisboa e do Porto são as melhores classificadas, estando incluisivamente entre as 400 melhores, de acordo com o “Academic Ranking of World Universities (ARWU) 2013”, elaborado pela Universidade de Jiaotong, de Xangai, na China. 

 

Estas duas Universidades trocam de posições no “ranking”, já que a do Porto teve, em 2012, uma classificação melhor do que a de Lisboa, que não se encontrava entre as 400 melhores instituições.

 

Já a Universidade Técnica de Lisboa e a de Coimbra encontram-se mais abaixo. O novo “ranking”, divulgado esta quinta-feira, elege assim a Universidade de Coimbra que, no ano passado, não fez parte desta lista.

 

Apesar de ter sido determinada a fusão entre a Universidade de Lisboa e a Técnica, para o “ranking” deste ano as instituições foram avaliadas em separado.

 

A liderar o “ranking” estão quatro universidades dos EUA – Harvard, Standford, Califórnia, e o MIT. A inglesa Cambridge interrompe a hegemonia americana, conquistando o quinto lugar, sendo que só volta a sobrepor-se a uma americana no décimo lugar (Oxford). Entre o top 20 encontram-se 17 instituiçõoes americanas. Além das duas inglesas, só a Universidade de Zurique (Suiça) consegue estar neste “top” e em último lugar.

 

Para definir o ARWU são considerados vários factores. Entre eles está a qualidade da faculdade, que avalia se professores e investigadoresreceberam prémios Nobel ou medalhas Fields, as conquistas das investigações realizadas, que inclui a publicação de artigos nas revistas especializadas. Estes dois critérios representam 80% da “nota”. Os restantes 20% são distribuídos entre a qualidade dos alunos, se há prémios Nobelou medalhados Fields, e a dimensão da instituição.

Ver comentários
Saber mais universidades Xangai educação
Mais lidas
Outras Notícias