Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Alberto da Ponte já conhecia as novas previsões do Governo?

Alberto da Ponte referiu, na quinta-feira, uma taxa de desemprego de 18,2% em Portugal. Um número que ainda provocou risos entre os deputados por estar longe dos dados oficiais. No dia seguinte o Governo apresentou as previsões para este ano. O desemprego deverá ser de 18,2%. Coincidência ou informação privilegiada?

Bruno Simão/Negócios
Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 15 de Março de 2013 às 17:30

Na quinta-feira, Alberto da Ponte foi ao Parlamento apresentar o plano de reestruturação da RTP, que inclui um corte de 28% nos custos com pessoal. A determinada altura, o presidente do conselho de administração da estação pública afirmou que num país que “tem 18,2% de desemprego” os valores de gastos da RTP “não podem, não devem continuar”.

 

Esta afirmação ainda provocou risos entre os deputados que compõem a Comissão. Ao que Alberto da Ponte disse não saber porque é que “uma taxa de 18,2%” provocava risos.

 

Os últimos dados conhecidos até então, revelavam uma taxa de desemprego de 17,6%, em Janeiro. E as últimas previsões de Bruxelas, apresentadas em Fevereiro, apontavam para que a taxa subisse para os 17,3% este ano.

 

Mas, na sexta-feira de manhã, o ministro das Finanças apresentou as novas estimativas para o desemprego. O cenário traçado pela troika, depois da sétima avaliação do programa de ajustamento, aponta para que o desemprego possa atingir os 19%. A taxa média prevê-se que seja de 18,2%. Exactamente o número avançado por Alberto da Ponte um dia antes.

Ver comentários
Saber mais Alberto da Ponte previsões desemprego
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio