Emprego Custos salariais em Portugal subiram mais que no resto da Europa

Custos salariais em Portugal subiram mais que no resto da Europa

Os custos salariais subiram em Portugal no terceiro trimestre acima do evolução registada quer na Zona Euro quer na União Europeia, com destaque para o sector público que viu ser reposta numa tranche dos salários em Julho.
Custos salariais em Portugal subiram mais que no resto da Europa
Paulo Duarte
Negócios 19 de dezembro de 2016 às 12:54

De acordo com os dados do Eurostat, os custos laborais na Zona Euro subiram 1,5%, sendo 1,6% ao nível dos salários e 1,2% de outros custos. Já na União Europeia os custos subiram 1,9%, com 2% de evolução nos salários e 1,5% em outros.


Portugal, no conjunto da economia, viu os salários crescerem 3,9%, tendo os outros custos subido 2,6% no terceiro trimestre, o que significa que os custos laborais subiram 3,6% no terceiro trimestre, trimestre em que registaram a maior subida este ano.

No caso das empresas, os custos subiram 0,7%, sendo a vertente salarial a que teve um crescimento de 0,8%, enquanto os outros custos laborais subiram 0,4%. Isto em Portugal, o que significa que neste sector os custos laborais em Portugal tiveram uma evolução menor que os da Zona Euro ou União Europeia. Nas empresas, na Zona Euro os custos laborais subiram 1,4%, sendo de 1,5% o aumento nos salários. Já na União Europeia os salários aumentaram 2% e os custos laborais totais 1,9%.

No sector não-empresas, que inclui o sector público, o crescimento dos custos laborais em Portugal atingiram os 7,1%, sendo de 8,1% a subida nos salários.  A função pública viu, no terceiro trimestre, ser reposta mais uma fatia do ordenado que tinha sido cortado no tempo da troika. Este aumento foi acima dos 1,8% registado na Zona Euro e de 1,9% na UniãoEuropeia.

De acordo com o Eurostat, no terceiro trimestre os custos laborais na Zona Euro cresceram 2% na construção e 1,2% nos serviços.

 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI