Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

De San Fernando a Phnom Pen

Portugueses no mundo é o nome de um programa da Antena 1, apresentado por Alice Vilaça. Para o Negócios, a jornalista seleccionou oito casos dos muitos que tem contado durante as manhãs da rádio, sobre o dia-a-dia de portugueses que lá fora deram um novo rumo à sua vida. A viagem pelas suas histórias começa aqui, em Xangai. Passa por San Fernando e Phnom Pen e só acaba em Maputo.

Negócios 27 de Fevereiro de 2013 às 23:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Xangai: uma metrópole aberta ao mundo e aos negócios

 

Para Ricardo Porto tudo começou em 1998 ao abrigo do programa ERASMUS. Estudante de gestão no ISCTE, numa altura em que o ERASMUS era ainda pouco conhecido em Portugal, foram muitos os alertas dos amigos e da família para que tivesse cuidado. Sem receios, a primeira experiência foi no norte de Itália, em Turim, à qual se seguiu o último ano da faculdade feito na Alemanha o que, para Ricardo, foi "o passo para uma vida mais internacional".

Ricardo Porto está na cidade chinesa de Xangai, onde é empresário no ramo da importação e exportação há quase oito anos. Acompanha a produção de várias empresas internacionais na China e tem clientes em várias partes do mundo.

A educação "bastante aberta ao mundo" que recebeu em casa, contribuiu em grande medida para esta vida de experiências e aventuras por esse mundo fora. Estar sempre "rodeado de muitas notícias", cedo despertou no Ricardo "muita curiosidade" e as experiências internacionais enquanto estudante foram apenas "uma ponte para".

Depois de experiências em países como Itália, Alemanha, Canadá e por fim a China, o Ricardo alerta que aquilo que temos em Portugal "não vamos encontrar" em outro lugar. E, a cada novo país, é necessário "ler bastante", falar "com muita gente", recolher informação e "munir-se" de coisas essenciais para viver nas sociedades modernas como "casa ou telemóvel" e, a partir daí, é "construir a nossa vida."

Há quase oito anos em Xangai, o Ricardo apresenta esta cidade como uma metrópole com mais de 20 milhões de habitantes, a qual movimenta "muita gente, muitos negócios" e onde os chineses se apresentam muito disponíveis, "tanto para contactos sociais, como contactos de trabalho ou negócios". É uma cidade muito "aberta ao mundo" e que é olhada pelo resto da China como exemplo a seguir "no que diz respeito ao progresso e à modernidade". Ricardo Porto afirma que depois de alguns anos já pode dizer que está integrado em Xangai, mas não com os chineses. A vida familiar deste empresário português, acaba por ser um pouco internacional: a mulher é francesa, muitos dos amigos são de outras nacionalidades e, como diz o Ricardo, é "um pouco irrealista pensar" que alguém com as nossas referências culturais "vá viver" da mesma maneira que os chineses.

Saudades de Portugal? "Do bolo de bolacha da minha mãe e de ir ver os jogos do Sporting com o meu pai".

Ver comentários
Saber mais portugueses no mundo emprego
Outras Notícias