Emprego Guindos: Desemprego espanhol ficará abaixo dos 27,1% em 2013

Guindos: Desemprego espanhol ficará abaixo dos 27,1% em 2013

O ministro espanhol da Economia garantiu este sábado que a taxa de desemprego do país vai ficar abaixo dos 27,1% previstos no programa de estabilidade enviado a Bruxelas em Abril e previu o fim da recessão ainda este ano.
Guindos: Desemprego espanhol ficará abaixo dos 27,1% em 2013
Lusa 24 de agosto de 2013 às 14:51

Em entrevista à agência espanhola Efe, Luis de Guindos disse acreditar que a tendência de queda demonstrada pela taxa de desemprego no segundo trimestre (que caiu para os 26,2%) não será apenas sazonal e que se manterá nos próximos meses.

 

"Apesar de ainda não haver criação líquida de emprego em termos corrigidos de sazonalidade, acreditamos que estamos muito próximo disso", afirmou o governante.

 

Para alguns organismos como o Fundo Monetário Internacional (FMI), o elevado desemprego em Espanha exige uma redução maior dos custos do despedimento e uma queda adicional dos salários, com de Guindos a destacar o esforço já feito do lado da moderação salarial.

 

"Esta moderação está a ter um efeito claro nos ganhos de competitividade", disse o ministro, referindo também que a contenção salarial já serviu para travar a destruição do emprego.

 

Luis de Guindos afirmou ainda que, na segunda metade deste ano, a economia espanhola vai sair da recessão, devido à evolução positiva que se espera no turismo e nas exportações.

 

Esta situação deverá permitir que, pela primeira vez na história recente de Espanha, o saldo comercial termine o ano de 2013 praticamente nulo.

 

O PSOE já reagiu a estas previsões do governante espanhol, considerando que os dados económicos conhecidos não corroboram o seu optimismo.




Marketing Automation certified by E-GOI