Emprego Há quatro anos Portugal tinha mais 300 mil pessoas empregadas

Há quatro anos Portugal tinha mais 300 mil pessoas empregadas

Pelo segundo trimestre consecutivo o emprego caiu em Portugal, anulando parte do progresso conseguido nos últimos dois anos. Portugal tem menos 300 mil pessoas empregadas do que há quatro anos.
Há quatro anos Portugal tinha mais 300 mil pessoas empregadas
Nuno Aguiar 06 de maio de 2015 às 13:10

Nos primeiros três meses de 2015, Portugal tinha 4,4771 milhões de pessoas empregadas, menos 14,5 mil do que no trimestre anterior (-0,3%), mostram os dados publicados hoje, 6 de Maio, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

 

Tal como acontece com o desemprego, o emprego tem assim o segundo trimestre consecutivo de degradação. No final de 2014, o emprego já tinha caído 1,6% (menos 74 mil pessoas). Este período de seis meses de agravamento das condições do mercado de trabalho anula parte da recuperação sentida desde o arranque de 2013.

 

Ainda assim, quando comparado com o primeiro trimestre de 2013, Portugal tem hoje mais 123 mil pessoas a trabalhar. No entanto, recuando um pouco mais no tempo, esses números são colocados em perspectiva. Apesar dessa melhoria, Portugal tem ainda menos 300 mil pessoas empregadas do que tinha no primeiro trimestre de 2011. O último antes da entrada da troika em Portugal.

 

Se recuarmos ainda mais – assumindo a quebra de série do INE – a diferença é ainda mais significativa. A comparação com o primeiro trimestre de 2008, por exemplo, revela que Portugal tem actualmente menos 635 mil pessoas empregadas. O que representa uma quebra de 12,4%.

 

Os dados publicados hoje pelo INE colocam a taxa de desemprego a subir pelo segundo trimestre consecutivo estando agora fixada nos 13,7%. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI