Emprego Número de espanhóis inscritos na Segurança Social regista maior subida de sempre em Dezembro

Número de espanhóis inscritos na Segurança Social regista maior subida de sempre em Dezembro

No último mês de 2015, o número de espanhóis inscritos na Segurança Social aumentou em 85.314, a maior subida desde que há registos. Espanha fechou o ano com mais 533 mil empregados e menos 354.203 desempregados do que tinha em Janeiro.
Número de espanhóis inscritos na Segurança Social regista maior subida de sempre em Dezembro
Reuters
Rita Faria 05 de janeiro de 2016 às 09:59

O número de desempregados em Espanha diminuiu em 55.790 no mês de Dezembro, revela o Ministério espanhol do Emprego esta terça-feira, 5 de Janeiro. Este foi o segundo mês consecutivo de descidas, devido às contratações para o período de Natal.

O declínio foi maior do que era esperado. Segundo as estimativas recolhidas pela Bloomberg, os economistas antecipavam um decréscimo de 50 mil pessoas.

Já o número de inscritos na Segurança Social aumentou em 85.314, uma subida que, segundo o próprio ministério, "é a maior da série histórica".

"Há menos desempregados agora do que quando chegámos ao Governo e o número de inscritos na Segurança Social tem vindo a aumentar ao longo dos últimos dois anos", referiu Mariano Rajoy, em reacção aos números revelados esta terça-feira, em entrevista à rádio COPE, citada pela Bloomberg. Rajoy acrescentou que a melhor forma de dar seguimento a esta recuperação é formar um Governo estável em Espanha, liderado pelo PP.  

Considerando os dados do conjunto do ano, o número de inscritos na Segurança Social aumentou em 533 mil, em 2015, para um total de 17.308.400, enquanto o número de desempregados diminuiu em 354.203 pessoas para 4.093.508.

No final de Dezembro, o Banco de Espanha afastou os receios em torno de um abrandamento da economia do país vizinho, e avançou que o PIB espanhol deverá ter crescido 0,8% no último trimestre de 2015.

Apesar dos indicadores positivos, o país ainda está mergulhado num período de incerteza política, depois das eleições legislativas de 20 de Dezembro terem dado uma vitória, sem maioria, a Mariano Rajoy, deixando-o com poucas opções para formar Governo. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI