Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Quatro milhões de desempregados espanhóis não recebem apoios

Perto de quatro milhões de espanhóis que estão em situação de desemprego não estarão a receber nenhum tipo de apoio social. Dados compilados pela Fundação 1º de Maio, e citados pelo “El País”, revelam uma taxa de cobertura de apoios aos desempregados inferior aos números oficiais.

19 - Espanha
Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 13 de Maio de 2014 às 09:15
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

Em Espanha, cerca de quatro milhões de pessoas que estão desempregadas não terão nenhum tipo de apoio social. De acordo com os dados do inquérito ao emprego relativos ao primeiro trimestre compilados pela Fundação 1º de Maio, e citados pelo diário espanhol “El País”, existiam neste período 1.927.703 desempregados com idades compreendidas entre os 16 e 64 anos a receberem algum tipo de prestação social.

 

No entanto, estes dados indicam também que nos primeiros três meses deste ano, em Espanha, existiam 5.925.359 desempregados. Assim, cerca de quatro milhões vive sem qualquer prestação social estando em situação de desemprego.

 

O “El País” escreve que, com base nestes números, a taxa de protecção aos desempregados é de 32,5%. No entanto, este indicador sobe para os 35,7% quando é descontado o número de pessoas que nunca trabalharam (cerca de 525 mil espanhóis), que é uma condição obrigatória em quase todos os tipos de prestações sociais para desempregados em Espanha.

 

Ainda assim, e apesar desta diferença de valores, estes números relevam uma grande diferença quando comparados com os dados do Ministério do Emprego espanhol. Os dados oficiais, até Março, mostram que a taxa de cobertura se situava nos 58,9%.

Ver comentários
Saber mais Espanha Fundação El País ministério do Emprego desemprego subsidio de desemprego apoios sociais
Outras Notícias