Emprego Taxa de desemprego baixou para 13,3% em Janeiro

Taxa de desemprego baixou para 13,3% em Janeiro

A taxa de desemprego mensal, medida pelo INE, caiu, em Janeiro, três décimas face ao valor registado em Dezembro de 2014. O número de desempregados diminuiu 10,5 mil. Existem agora 683 mil portugueses sem emprego.
Taxa de desemprego baixou para 13,3% em Janeiro
Reuters
Bruno Simões 27 de fevereiro de 2015 às 11:26

A taxa de desemprego inverteu a tendência de subida e fixou-se, no passado mês de Janeiro, em 13,3%, o que significa que houve uma redução de três décimas face ao valor registado em Dezembro (13,6%). De acordo com a estimativa divulgada esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística, existem 683 mil pessoas desempregadas.

 

Face a Dezembro, o número de desempregados passou de 693 mil para 683 mil, beneficiando de uma redução particularmente expressiva nos adultos (-2,2%), em particular homens (redução de 3,6%, ou 12,4 mil). Nos jovens dos 15 aos 24 anos, o desemprego aumentou 1,5%, passando de 125 mil desempregados para 127 mil. Apesar disso, a taxa de desemprego jovem baixou de 33,8% para 33,6%.

 

A redução é mais expressiva se comparada com os valores que se registavam em Janeiro de 2014: nessa altura a taxa de desemprego mensal era de 15%, o que significava que havia 772 mil desempregados. Em 12 meses, portanto, desapareceram das estatísticas quase 90 mil desempregados.

 

Em Janeiro houve um aumento de 21 mil pessoas na população empregada, uma variação de 0,5% face a Dezembro (são agora 4,441 milhões).

 

Os valores referidos são todos ajustados dos efeitos de sazonalidade. Sem esse ajustamento, a taxa de desemprego caiu de 13,8% para 13,6% em Janeiro. Há um ano, a mesma taxa cifrava-se em 15,3%.

 

Valores de Dezembro foram revistos em alta

 

A redução da taxa de desemprego em Janeiro parece ter alguma expressão, mas isso acontece porque os valores de Dezembro, que foram inicialmente estimados em 13,4%, foram revistos em alta para 13,6%. Ou seja, a descida ligeira do desemprego em Dezembro, noticiada quando o INE publicou a primeira estimativa (no mês passado) redundou, afinal, numa subida face a Novembro, mês em que a taxa de desemprego atingiu 13,5%.

 

Os dados que foram hoje publicados são provisórios e poderão ser revistos no próximo mês, tal como aconteceu com os valores relativos a Dezembro.

 

A presidente do INE, Alda Carvalho, foi chamada recentemente ao Parlamento pelo PSD e CDS precisamente por causa da revisão das estatísticas do desemprego. A responsável desvalorizou essas resvisões e disse que é "o preço a pagar por termos informação" mais actual. Nessa audição, Alda Carvalho queixou-se da dificuldade em manter os trabalhadores jovens.

 

 

Notícia actualizada com mais informação às 11:43




pub

Marketing Automation certified by E-GOI