Emprego Taxa de ofertas de emprego sobe na Zona Euro e estabiliza em Portugal

Taxa de ofertas de emprego sobe na Zona Euro e estabiliza em Portugal

Em Portugal, o indicador manteve-se estável no 1,0%, quer na variação homóloga quer na trimestral.
Taxa de ofertas de emprego sobe na Zona Euro e estabiliza em Portugal
Carlos Barria/Reuters
Lusa 16 de dezembro de 2019 às 10:18
A taxa de ofertas de emprego subiu, no terceiro trimestre do ano, para os 2,2% na Zona Euro e os 2,3% na União Europeia (UE), face ao período homólogo, segundo divulgou esta segunda-feira o Eurostat.

De acordo com os dados do gabinete estatístico europeu, na Zona Euro, a taxa de ofertas de emprego recuou no período entre julho e setembro face aos 2,3% do trimestre anterior e manteve-se estável na UE.

Em Portugal, o indicador manteve-se estável no 1,0%, quer na variação homóloga quer na trimestral.

As taxas de ofertas de emprego mais elevadas foram registadas na República Checa (6,2%), na Bélgica (3,4%), na Alemanha e na Holanda (3,2% cada), enquanto as mais baixas se assinalaram na Grécia (0,7%, dados do segundo trimestre), na Irlanda e na Bulgária (0,8% cada), bem como em Espanha (0,9%).

Face ao mesmo trimestre de 2018, a taxa de vagas de emprego aumentou em nove países, manteve-se estável na Dinamarca, Grécia (dados do segundo trimestre), Itália, Áustria e em Portugal, recuando em 14 Estados-membros.

As maiores subidas observaram-se na Letónia (0,6 pontos), na República Checa (0,3 pontos), na Alemanha e Holanda (0,2 pontos) e os únicos recuos foram registados na Eslovénia (-0,4) e na Hungria (-0,3 pontos).



Marketing Automation certified by E-GOI