Mercado de Trabalho Desemprego sobe para 13,5% no final do ano

Desemprego sobe para 13,5% no final do ano

A taxa de desemprego terminou o ano passado nos 13,5%, valor observado no quarto trimestre de 2014. Acima dos 13,1% dos três meses anteriores, mas 1,8 pontos abaixo do trimestre homólogo.
Nuno Aguiar 04 de fevereiro de 2015 às 11:04

A taxa de desemprego portuguesa terminou o ano passado nos 13,5%, mostram os números publicados esta manhã pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Este resultado coloca o desemprego do quarto trimestre de 2014 acima dos 13,1% dos três meses anteriores, mas 1,8 pontos abaixo do trimestre homólogo. 

 

Significa, assim, que a população desempregada engordou 1,4% (9,4 mil pessoas) entre Outubro e Dezembro, o que interrompe um período de seis trimestres consecutivos com variações negativas. Esta inversão de tendência deveu-se ao aumento do desemprego entre os homens e as pessoas com mais de 45 anos. "O aumento trimestral da população desempregada ocorreu essencialmente nos seguintes segmentos populacionais: homens (19,4 mil; 5,9%); pessoas com 45 e mais anos (9,8 mil; 4,1%); pessoas com um nível de escolaridade completo correspondente ao ensino secundário (12,8 mil; 7,0%); à procura de novo emprego (19,9 mil; 3,3%), provenientes do sector dos serviços (11,1 mil; 3,0%); à procura de emprego há menos de 12 meses (20,3 mil; 8,9%)", escreve o INE. 

 

Este último segmento - "à procura de emprego há menos de 12 meses" - pode ser especialmente relevante, uma vez que indicia a existência de uma nova vaga de desempregados nesse trimestre. 

 

Igualmente relevante é olhar para o que aconteceu à população empregada que registou uma contracção de 1,6%, menos 73,5 mil pessoas com trabalho do que no trimestre anterior. Esta descida ocorreu principalmente entre empregados no sector da agricultura e pescas (menos 58,8 mil) e afectou pessoas empregadas a tempo inteiro (menos 59,1 mil). 

 

Se olharmos para a média do ano, a taxa de desemprego ficou nos 13,9%, o que representa uma diminuição de 2,3 pontos percentuais face à média de 2013. "A população desempregada foi de 726,0 mil pessoas, tendo diminuído 15,1% em relação ao ano anterior (menos 129,2 mil pessoas). A população empregada, estimada em 4 449,5 mil pessoas, registou um acréscimo anual de 1,6% (mais 70,1 mil pessoas)", nota o INE.

 

 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI