Mercado de Trabalho Portugal é o sexto país com os custos laborais mais baixos da Zona Euro

Portugal é o sexto país com os custos laborais mais baixos da Zona Euro

O custo médio da mão-de-obra em Portugal era de 13,1 euros por hora em 2014, o que corresponde ao sexto valor mais baixo entre os 19 estados-membro da Zona Euro. Entre 2013 e 2014 só três países registaram descidas nestes valores. Portugal foi um deles.
Portugal é o sexto país com os custos laborais mais baixos da Zona Euro
Bruno Simão/Negócios
Sara Antunes 30 de março de 2015 às 14:57

O custo médio da mão-de-obra na Zona Euro aumentou 1,1%, em 2014, para 29,0 euros por hora. Na União Europeia o aumento foi de 1,4% para 24,6 euros, de acordo com dados divulgados esta segunda-feira, 30 de Março, pelo Eurostat. Na União Europeia os custos variam entre 3,8 euros, na Bulgária, e os 40,3 euros, na Dinamarca.

 

Portugal está entre os países com menores custos. No ano passado o valor médio foi de 13,1 euros, o que corresponde ao sexto valor mais baixo entre os 19 estados-membro da Zona Euro. Os valores mais baixos foram registados na Lituânia (6,5 euros) e na Letónia (6,6 euros). Do lado oposto encontra-se o Luxemburgo (35,9 euros) e os Países Baixos (34,0 euros).

 

Portugal encontra-se também entre os poucos países que viram os custos com a mão-de-obra diminuírem 0,8% face a 2013. De referir que os dados divulgados esta segunda-feira excluem o sector da agricultura e a administração pública. Portugal encontra-se assim entre os três países da Zona Euro que observaram reduções. Além de Portugal, este comportamento foi verificado na Irlanda (-0,2%) e em Chipre (-2,8%).

 

No relatório hoje divulgado pode ainda ver-se que em Portugal 20,6% dos custos laborais não são correspondentes a salários, referindo-se a outro tipo de remunerações, como os prémios. Nesta rubrica, a média da Zona Euro encontra-se em 26,1%. E Portugal está a meio da tabela.




Marketing Automation certified by E-GOI