Mercado de Trabalho Taxa de desemprego estabiliza na Zona Euro acima das previsões

Taxa de desemprego estabiliza na Zona Euro acima das previsões

A taxa de desemprego estabilizou nos 11,3%, em Março, frustrando as estimativas dos analistas que apontavam para uma descida ligeira. Portugal tem a sexta taxa de desemprego mais elevada da União Europeia.
Taxa de desemprego estabiliza na Zona Euro acima das previsões
Reuters
Sara Antunes 30 de abril de 2015 às 10:22

A taxa de desemprego na Zona Euro fixou-se nos 11,3%, em Março, valor observado pelo terceiro mês consecutivo, de acordo com os dados divulgados pelo Eurostat. Os economistas consultados pela Bloomberg apontavam para uma queda desta taxa para os 11,2%.


Na União Europeia a taxa estabilizou nos 9,8%, valor em que se encontra igualmente há três meses. 

Portugal tem a sexta taxa de desemprego mais elevada entre os 28 estados-membro, tendo registado uma queda de 13,6% para 13,5%, tal como o Instituto Nacional de Estatística (INE) revelou na quarta-feira, 29 de Abril. 

Entre os países que reportaram os dados a taxa de desemprego mais elevada é observada em Espanha, onde a percentagem da população desempregada ascende a 23%, um valor que representa, ainda assim, representa uma queda face a Fevereiro (23,1%). Entre os países que não revelaram os dados de Março está a Grécia, cujo último dado se refere Janeiro, mês em que a taxa se situou nos 25,7%.

Do lado oposto está a Alemanha, cuja taxa de desemprego estabilizou nos 4,7%, o que corresponde ao valor mais baixo desde a reunificação.

Quanto à taxa de desemprego jovem, na Zona Euro estabilizou nos 22,7%. Espanha continua a registar a maior percentagem de população com menos de 25 anos desempregada (50,1%). A Alemanha tem a taxa mais baixa (7,2%).

(Notícia actualizada às 10h45 com mais informação)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI