Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Alguns aeródromos espanhóis vão poder funcionar sem controlados aéreos

Situação será efectiva quando se verifique um reduzido tráfego aéreo.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 10 de Setembro de 2010 às 16:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Conselho de Ministros espanhol aprovou o Decreto que regula o serviço de informação de voo em aeródromos (AFIS), o que na prática vai permitir que alguns aeródromos funcionem temporariamente sem um controlador aéreo.

Segundo informa a agência Efe, após uma declaração da vice-presidente do Governo María de la Veja, o serviço será “necessário e suficiente” durante os períodos de tempo de densidade de tráfego reduzida em determinadas instalações aeroportuárias.

A legislação aprovada define os critérios que têm de ser cumpridos para estabelecer estes serviços, de forma a garantir a segurança destes espaços.

A Aviação Civil de Espanha será a responsável pela designação do provedor de cada aeródromo AFIS, que terá de garantir uma prestação de serviço segura, eficaz, contínua e sustentável económica e financeiramente, segundo a Europa Press.

A Efe informa que esta implementação se insere num pacote que inclui a modificação das condições laborais dos controladores aéreos espanhóis que tinha causado grande polémica durante várias semanas e ainda a liberação de torres de controlo de vários aeroportos do país.
Ver comentários
Outras Notícias