Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCE a favor de mais "poder de fogo" na União Europeia

O BCE veria com bons olhos que o Fundo Europeu de Estabilidade Financeira continue activo após a entrada em acção do Mecanismo Europeu de Estabilidade Financeira.

Rui Peres Jorge rpjorge@negocios.pt 12 de Janeiro de 2012 às 15:35
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
O BCE veria com bons olhos que o Fundo Europeu de Estabilidade Financeira continue activo após a entrada em acção do Mecanismo Europeu de Estabilidade Financeira, aumentando assim o "poder de fogo" da UE no combate à crise.

Questionado sobre essa hipótese, Mario Draghi afirmou que sempre disse que uma protecção eficaz da Zona Euro exige que os instrumentos "estejam operacionais" e "equipados para lidar com os desafios", pelo que "tudo os que os governos possam fazer para aumentar o 'poder de fogo' será bem recebido pelo BCE", disse hoje em conferência de imprensa. O presidente do BCE avisou ainda aos líderes europeus que é "urgentemente necessária" a implementação do ESM e do EFSF.

O Fundo Europeu de Estabilidade Financeira é hoje o principal mecanismo de auxílio a países em dificuldades através de empréstimos que concede aos governos. Poderá, em breve, poderá actuar directamente no mercado de dívida através da compra de obrigações no mercado e também emprestar dinheiro para recapitalização dos bancos. O BCE actuará como "agente" do FEEF nas compras de títulos, algo que Draghi diz estar em condições de conseguir garantir em breve.

O Mecanismo de Estabilidade Europeu (MEE) é o sucessor do FEEF. Trata-se de um Mecanismo Permanente, ao contrário do FEEF, e deverá entrar e vigor em 2012 (inicialmente estava prevista a sua entrada em vigor apenas em 2013 mas na cimeira europeia de 9 de Dezembro os líderes europeus decidiram antecipar para Julho de 2012). Esta alteração está, no entanto, dependente da ratificação por um número de Estados-Membros que representem 90% dos compromissos de capital.




Ver comentários
Saber mais BCE Mario Draghi
Outras Notícias