Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP ganha 7% e traz PSI-20 para o verde

Índice de referência de Lisboa avança perto de 0,5% dinamizado pelo banco presidido por Carlos Santos Ferreira. Jerónimo Martins e Zon também ditam a subida do PSI-20, que não valoriza mais devido às quedas da EDP Renováveis e do BES.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 03 de Janeiro de 2012 às 10:18
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
A bolsa nacional já saiu do terreno negativo e voltou a ganhar terreno. A justificar está a forte subida do BCP, que avança mais de 7%. Na sessão, a Zon voltou a disparar e a contagiar a Sonaecom.

O PSI-20 avança 0,43% para negociar nos 5.635,68 pontos, contando com 11 cotadas em alta e nove a perder terreno. É a oitava sessão consecutiva de ganhos. Na Europa, o comportamento é, na sua generalidade positivo, com o Stoxx Europe 600 a somar 0,70%.

Foram hoje divulgados dados positivos referentes à indústria na China e na Índia. A bolsa de Londres, que ontem esteve encerrada, avança mais de 1% e dinamiza as restantes praças.

Em Lisboa, é o BCP a cotada que mais sobe e que mais peso está a ter no comportamento do índice de referência. O banco comandado por Carlos Santos Ferreira soma pela oitava sessão consecutiva e está a cotar nos 0,153 euros, ao disparar 6,99%.

Já foram negociadas mais de 46,5 milhões de títulos do banco português em menos de duas horas de transacção. O possível interesse de chineses em ter uma participação no banco, na sequência da venda da posição estatal à China Three Gorges, continua a ser o suporte da valorização.

Ainda na banca, o BPI soma 1,84% para 0,497 euros, enquanto que o Banif soma 0,59% para os 0,343 euros. A contrariar o desempenho positivo está o BES, que perde 1,04% para 1,337 euros. Já ontem, o banco liderado por Ricardo Salgado cedeu terreno durante parte da sessão, tendo acabado por ganhar uns ligeiros 0,07%.

Zon sobe perto de 4% e contagia Sonaecom

Em alta na sessão está também a Jerónimo Martins, que inverteu e está a avançar 0,69% para 13,115 euros. Ontem, a retalhista anunciou que os 56% que a família Soares dos Santos tem na SGPS passaram a ser controlados indirectamente, através de uma sociedade cuja sede está na Holanda. A concorrente Sonae avança 0,21% para 0,469 euros.

Novamente a dinamizar a subida do índice português está a Zon Multimédia. A desblindagem dos estatutos, que vai ser discutida em assembleia geral a 30 de Janeiro, tem estado a suportar os avanços da operadora, com os rumores de uma consolidação e de reforços accionistas. A empresa liderada por Rodrigo Costa soma 3,72% para 2,562 euros, depois de ontem ter ganho mais de 6%.

A Sonaecom beneficia destes rumores e avança 2,92% para 1,27 euros. Já a Portugal Telecom valoriza 0,33% para 4,506 euros.

Destaque ainda pela positiva para a Sonae Indústria, que ganha 6,08% e está nos 0,698 euros.

Na energia, a EDP sobe 0,45% para 2,471 euros, ao contrário da EDP Renováveis, cujo desempenho negativo impede um maior avanço do índice. A empresa de energias verdes desliza 1,09% e está nos 4,711 euros.

Já a Galp Energia perde 0,21% para 11,715 euros, apesar da subida dos preços do petróleo nos mercados internacionais.

Ver comentários
Saber mais Psi-20 bolsa nacional Banif BCP BES BPI banca Stoxx Europe 600
Outras Notícias