Europa Cerca de 160 réplicas após terramoto no centro de Itália

Cerca de 160 réplicas após terramoto no centro de Itália

Cerca de 160 réplicas ocorreram no centro de Itália desde o sismo registado na madrugada desta quarta-feira, que causou pelo menos 60 mortos, informou o Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia italiano.
Cerca de 160 réplicas após terramoto no centro de Itália
Reuters
Lusa 24 de agosto de 2016 às 14:41

O terramoto, ocorrido às 03:36 (02:36 em Lisboa), teve uma magnitude de 6,2, segundo o centro norte-americano de monitorização da actividade sísmica mundial USGS, e de 6,0, segundo o Instituto de Geofísica italiano.  

 

Um comunicado do Instituto de Geofísica de Itália indica que até às 12:00 (11:00 em Lisboa) foram sentidos 59 movimentos sísmicos de magnitude entre 3.0 e 4.0 na parte central dos montes Apeninos, cinco de entre 4.0 e 5.0 graus e um maior de 5.0 graus.

 

O terramoto teve o epicentro na província de Rieti e afectou também as de Perugia, Ascoli, Piceno, L'Aquila e Teramo, a cerca de 130 quilómetros a nordeste de Roma.   

 

As localidades mais próximas do epicentro foram Accumoli, Amatrice e Arquata del Tronto, segundo o instituto, adiantando que o sismo mais forte após o de 6,2 ocorreu às 04:33 locais na zona de Norcia, em Perugia, e teve uma magnitude de 5,4 graus.

 

A área, que sofreu no passado outros terramotos de forte intensidade, localiza-se num ponto de alta perigosidade sísmica que corre ao longo do eixo da cordilheira dos Apeninos.

 

Além dos 60 mortos, segundo a protecção civil italiana, ficaram destruídos dezenas de edifícios e inúmeras pessoas estarão presas nos escombros.  




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI