Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Embaixador português em Atenas considera "inviável" abandono da moeda única

O embaixador de Portugal em Atenas considera "inviável" que Portugal ou a Grécia saiam da zona euro, afirmando que o abandono da moeda única agravaria a situação dos dois países.

Lusa 24 de Maio de 2011 às 07:58
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
"Creio que é inviável, tanto para a Grécia, como para Portugal [sair do euro]", afirmou aos jornalistas, em Atenas, Alfredo Duarte Costa.

O diplomata considera que "o problema seria muito maior se a Grécia ou Portugal não estivessem no euro", defendendo que "a situação seria ainda mais grave".

Para o embaixador, que está há cerca de três anos e meio em Atenas, abandonar a zona euro "é algo impensável para qualquer país neste momento".

A Grécia e Portugal pediram ambos ajuda externa e têm em curso programas de austeridade.

O governo grego tenta alcançar um consenso político para a aprovação de medidas de austeridade suplementares, no valor de seis mil milhões de euros.

Atenas recebeu até ao momento 53 mil milhões de euros do total da ajuda externa acordada com os parceiros europeus e Fundo Monetário Internacional (FMI), no valor de 110 mil milhões de euros.

No caso português, a ajuda ascende a 78 mil milhões e a primeira tranche de "pouco mais" de 18 mil milhões de euros deverá chegar entre finais de Maio e início de Junho.

Ver comentários
Outras Notícias