Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euribor 12 meses aproxima-se de 1,4%

A tensão no mercado de financiamento interbancário está a deixar os bancos reticentes em financiarem-se uns aos outros, conduzindo as Euribor a novos máximos.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 22 de Julho de 2010 às 10:23
A Euribor três meses avançou para 0,884% e a taxa de seis meses progrediu para 1,131%, renovando máximos dos indexantes do crédito à habitação. A taxa a um mês ascendeu para 0,631%.

Nos prazos mais longos, a taxa de nove meses apreciou para 1,273% e a Euribor 12 meses subiu para 1,399%.

As taxas interbancárias voltaram a subir na generalidade dos prazos, com os receios de contágio do risco soberano no sistema bancário europeu, a levar os bancos a exigirem taxas mais elevadas para se financiarem uns aos outros.

Além deste contexto, a expectativa de que o Banco Central Europeu (BCE) comece o ciclo de subidas de juros no final do primeiro semestre do ano que vem também está a reflectir-se na negociação destas taxas.

As taxas Euribor têm vindo assim a subir para se ajustarem ao ciclo que se prevê que o BCE comece no próximo ano. Regra geral, as taxas Euribor acompanham a evolução do preço do dinheiro, antecipando os movimentos. Assim, em alturas em que se prevê que o BCE desça a taxa de juro, as Euribor tendem a recuar antecipando essa alteração. O mesmo se passa com os ciclos de aumentos de juros.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio