Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euribor sobem nos prazos mais curtos e ficam inalteradas a seis e a 12 meses

As taxas Euribor subiram nos períodos mais curtos e desceram a nove meses. A seis e a 12 meses permaneceram inalteradas.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 02 de Dezembro de 2010 às 10:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Euribor um mês avançou 0,3 pontos base para 0,815% e a taxa de três meses progrediu 0,1 pontos base para 1,027%.

Já a taxa de seis, que é a mais utilizada como indexante no crédito à habitação, permaneceu inalterada nos 1,258%, enquanto a Euribor de nove meses declinou 0,1 pontos base para 1,397%. A taxa de 12 meses ficou nos 1,528%.

As taxas Euribor continuam a alternar perdas e ganhos num período em que se espera que a subida das taxas de juro só suba a partir do segundo semestre de 2011, depois de um período em que se verificou uma normalização do mercado de crédito interbancário. A recente subida das taxas resultou do regresso dos bancos a esta forma de financiamento, ao anteciparem a retirada das medidas extraordinárias de liquidez.

Hoje decorre a reunião do Banco Central Europeu (BCE), em que se espera que o Conselho de Governadores decida manter a taxa de juro de referência para a Zona Euro inalterada em 1%.

As expectativas são de que o presidente do BCE anuncie o prolongamento das medidas destinadas a aumentar a liquidez no mercado monetário e apoiar a economia europeia.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias