Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euro negoceia acima dos 1,34 dólares com perspectivas de intervenção da Fed

A divisa europeia está a prolongar os ganhos superiores a 1% da sessão de ontem e negoceia acima dos 1,34 dólares, com especulação de mais medidas de estímulo por parte da Fed.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 14 de Dezembro de 2010 às 08:52
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A moeda única está a negociar em alta face ao dólar com os investidores a anteciparem que novas medidas de estímulo da Reserva Federal dos EUA pressionem o retorno dos activos norte-americanos.

O euro avança 0,37% para 1,3440 dólares num dia em que o dólar deprecia face 11 das 16 divisas com que mais negoceia. Os investidores especulam que a autoridade monetária norte-americana poderá estar preparada para aumentar o programa de compra de activos para além dos 600 mil milhões de dólares já anunciados.

“As pessoas vão precisar de mais tempo para ver se a recuperação económica norte-americana é suficientemente sustentável para conduzir as taxas de retorno de forma positiva”, disse o analista de mercados do Nomura Research Institute, Tetsuya Inoue, à Bloomberg.

“À medida que a economia melhora, os investidores norte-americanos vão assumir maior risco e querem investir dinheiro no estrangeiro para obter melhores retornos. Isso pode impedir o dólar de recuperar”, acrescentou o especialista.

O líder da Reserva Federal, Ben S. Bernanke, disse ao programa 60 minutes que é “certamente possível” que a Reserva Federal compre mais obrigações do governo. Isto numa entrevista transmitida a 5 de Dezembro.

“À medida que o mercado estabiliza, as pessoas deverão aproveitar o excesso de liquidez nos mercados e começar a comprar acções e matérias-primas”, disse o operador de divisa do Chuo Mitsui Trust & Banking, Yousuke Hosokawa, à Bloomberg. “Os pares cambiais deverão ganhar face ao iene. Afinal de contas, existem poucos motivos para comprar o iene excepto pela aversão ao risco”, acrescentou.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias