Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Europa em alta animada por optimismo em torno de possível acordo sobre o FEEF

As bolsas europeus estão a negociar esta manhã em terreno positivo, impulsionadas pelo optimismo de que os líderes europeus irão encontrar uma solução para a crise da dívida soberana.

Andreia Major amajor@negocios.pt 19 de Outubro de 2011 às 09:10
Os mercados europeus seguem em alta, a beneficiar das notícias de que a França e a Alemanha chegaram a acordo de expandir o fundo de resgate da Zona Euro.

O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schaeuble, adiantou aos legisladores em Berlim que o Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF) poderá aumentar para um máximo de um bilião de euros através de um modelo segurador, reporta o Financial Times Deutschland.

Schaeuble reuniu legisladores do bloco liderado pelos democratas cristãos da chanceler alemã Angela Merkel e os parceiros da coligação dos democratas liberais, avança o jornal.

A notícia surge num momento em que a Alemanha e a França mantêm negociações “intensivas”, numa tentativa de chegar a um consenso quanto ao reforço do fundo de resgate europeu, antes da cimeira europeia do próximo domingo.

A porta-voz de Angela Merkel admitiu hoje que as duas maiores economias da UE pretendem alcançar a "eficiência máxima" do FEEF.

Os índices europeus seguem a negociar em alta, a reflectir o optimismo dos investidores e torno da Cimeira Europeia que se irá realizar no dia 23 de Outubro.

O principal índice de referência europeu, STOXX-600, avança 0,38% para 236,23 pontos, e o português PSI-20 ganha 0,48% para 6.024,52 pontos.

O índice espanhol IBEX-35 aprecia 0,62% para 8.865,6 pontos, e o londrino Footsie valoriza 0,52% para 5.438,73 pontos.

O índice francês CAC-40 acelera 0,97% para 3.171,44 pontos, e o alemão DAX ganha 0,55% para 5.909,91 pontos.

O holandês AEX sobe 1,02% para 301,74 pontos, e o italiano MIBTEL cresce 0,85% para 16.106,32 pontos.

“Os rumores de um acordo no resgate europeu provocou uma procura global por apostas de risco”, disse Jonathan Sudaria, negociante no London Capital Group, à Bloomberg.

Ver comentários
Saber mais Europa STOXX-600 PSI-20 IBEX-35 CAC-40 DAX MIBTEL AEX Footsie
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio