Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Greve geral: Gregos param três horas em protesto contra a austeridade

A greve geral de três horas convocada por vários sectores na Grécia contra as políticas de austeridade começou ao meio dia local (10h00 em Lisboa), no âmbito dos protestos que acontecem na Europa.

Lusa 14 de Novembro de 2012 às 12:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O protesto, "contra as políticas destrutivas neoliberais impostas na Europa que matam as pessoas e os países em nome da chamada crise da dívida", foi organizado pelas principais confederações sindicais da Grécia, o GSEE (sector privado) e o Adedy (público), assim como pelo POE-OTA, o sindicato de trabalhadores municipais.

As duas primeiras organizações já iniciaram uma greve na terça-feira e o POE-OTA manterá a sua greve até quinta-feira.

Pelo menos meia dezena de edifícios foram ocupados em protesto pelos planos de despedimentos de 25 mil funcionários públicos até ao final de 2013 e vários municípios começaram uma campanha de desobediência contra o Governo, recusando-se a enviar uma lista de pessoas para a demissão.

Os advogados e os juízes participam na greve, que manterão durante toda a semana.

Os professores de todos os níveis educativos pararão hoje três horas para denunciar a baixa dos salários, anunciando o fecho de duas mil escolas e o corte no orçamento da Educação.

Durante as três horas de greve, os hospitais públicos atenderão só urgências e, no caso dos jornalistas, só trabalharão aqueles que devem cobrir a greve.

Alguns comboios deixaram de funcionar, o transporte urbano continuará a circular para permitir aos manifestantes chegarem ao centro de Atenas.

Os sindicatos convocaram os cidadãos gregos a manifestarem-se às 13h00 locais (11h00 em Lisboa) numa marcha que percorrerá o centro e terminará em frente ao parlamento.
Ver comentários
Saber mais Grécia greve austeridade economia
Outras Notícias