Europa Há dois anos que os cidadãos europeus não poupavam tanto

Há dois anos que os cidadãos europeus não poupavam tanto

Em média, os cidadãos europeus pouparam 12,3% no terceiro trimestre de 2018, o valor mais elevado desde o mesmo trimestre de 2016.
Há dois anos que os cidadãos europeus não poupavam tanto
Russell Boyce/Reuters
Tiago Varzim 11 de janeiro de 2019 às 10:47
Entre julho e setembro do ano passado, os cidadãos europeus pouparam 12,3% do seu rendimento disponível. Esta é a maior taxa de poupança na Zona Euro, em média, desde o terceiro trimestre de 2016. Em Portugal, no terceiro trimestre de 2018, a poupança renovou mínimos históricos.

De acordo com os dados divulgados esta sexta-feira, 11 de janeiro, pelo Eurostat, a taxa de poupança da Zona Euro aumentou face à taxa de poupança do segundo trimestre de 12,1%. Já a taxa de investimento dos agregados familiares na Zona Euro manteve-se nos 9,1% no terceiro trimestre, um máximo de 2011. 

Os dados divulgados pelo Eurostat são ajustados de sazonalidade. A taxa de poupança é calculada dividindo a poupança pelo total do rendimento disponível num agregado familiar. Por outras palavras, é o dinheiro que não foi para despesa. 

Os números da taxa de poupança para Portugal divulgados pelo Eurostat diferem - por razões metodológicas - dos que são revelados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Em dezembro, o gabinete de estatísticas revelou que a poupança dos portugueses voltou a cair no terceiro trimestre deste ano, descendo para 4% do rendimento disponível. A redução deve-se ao aumento maior da despesa de consumo final face à evolução do rendimento disponível. 
 
Esta é a taxa de poupança mais baixa de sempre - pelo menos desde 1999, ano em que começa a série do INE - ao fixar-se nos 3,96%, que compara com os 3,98% registados no quarto trimestre do ano passado, o anterior mínimo histórico. 

No caso do INE, a taxa de poupança corresponde à divisão entre a poupança bruta e o rendimento bruto e os valores de ambos correspondem à soma dos últimos quatro trimestres de forma a tornar o indicador menos oscilante. Em termos estatísticos, a poupança é definida como a parte do rendimento disponível que não é utilizada para consumo.


Esta é a primeira estimativa do Eurostat. Os dados completos serão divulgados a 29 de janeiro com os dados por país.



pub