Europa Madrid propõe técnico para novo governador do Banco de Espanha

Madrid propõe técnico para novo governador do Banco de Espanha

A moção de censura impediu um acordo entre os principais partidos políticos em Espanha. Rajoy propôs um novo governador mais técnico e menos político para evitar chumbos.
Madrid propõe técnico para novo governador do Banco de Espanha
Susana Vera/Reuters
Lusa 29 de maio de 2018 às 09:39
O Governo espanhol vai propor esta terça-feira para o lugar de governador do Banco de Espanha Pablo Hernández de Cos, actual diretor-geral de Economia e Estatística da instituição, que irá substituir Luis María Linde, actual detentor do cargo.

"É um excelente candidato ao lugar de governador devido à sua grande capacidade técnica, em particular em assuntos bancários e monetários, a sua independência política e experiência e [ainda] prestígio no Banco de Espanha e no Banco Central Europeu", destacaram fontes do Ministério espanhol da Economia à agência Efe.

Habitualmente, o PP (Partido Popular, direita) no poder e o PSOE (socialistas) na oposição, os maiores partidos espanhóis, chegavam a um acordo prévio sobre o candidato a apresentar.

Mas a crise política aberta com a moção de censura proposta na semana passada pelo PSOE levou o Governo de Mariano Rajoy a avançar com o nome de Pablo Hernández de Cos, que tem um perfil técnico e não político.

A medida terá de ser ratificada pelo rei de Espanha, Felipe VI, e aprovada em seguida em Conselho de Ministros.

Pablo Hernández de Cos nasceu em Madrid em 1971, é licenciado em Ciências Económicas e Empresariais, em Direito e Doutorado em Ciências Económicas tendo trabalhado no Banco de Espanha e no Banco Central Europeu.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI