Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Osborne promete que os conservadores levarão o Reino Unido a um excedente orçamental em 2020

O ministro das Finanças britânico, George Osborne, prometeu que irá atingir um excedente orçamental em 2020, que ajudará a acabar com a dívida do Governo, caso o seu partido, o Conservador, seja reeleito em 2015.

Bloomberg
Jorge Garcia jorgegarcia@negocios.pt 30 de Setembro de 2013 às 16:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Na conferência anual do partido Conservador desta segunda-feira, em Manchester, Osborne afirmou que o objectivo do excedente orçamental vai requerer disciplina sobre os gastos. “As despesas de capital vão crescer em linha com o produto interno bruto”, salientou o ministro das Finanças.

 

Com a economia a ser o campo de batalha das próximas eleições, Osborne procura criar um contraste entre a forma de gerir as finanças públicas do actual Governo Conservador e dos seus antecessores, os Trabalhistas, noticia a Bloomberg.

 

Uma sondagem publicada ontem, Domingo, deu uma vantagem de 11 pontos percentuais ao partido Trabalhista sobre os “Tories”, depois do seu líder, Ed Miliband, ter prometido que iria congelar os preços da energia até 2017. A 18 de Setembro, as sondagens apontavam para um empate.

 

“Isto compromete o partido Trabalhista”, afirmou Tim Bale, professor da Queen Mary University, em Londres. “Se os Conservadores avançarem com essa medida [ter excedente em 2020], não poderão anunciar gastos sem que simultaneamente anunciem cortes. Caso o partido Trabalhista se recuse a assinar a medida, isso fará com que Osborne possa dizer que eles querem continuar a manter o défice”.

Ver comentários
Saber mais Osborne Conservadores e Trabalhistas excedente orçamental 2020
Outras Notícias