Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Parlamento italiano vota hoje a demissão de Silvio Berlusconi

Líder italiano enfrenta duas moções, uma de confiança, outra de censura. À primeira deve sobreviver; a segunda pode forçar a demissão.

Bruno Simões brunosimoes@negocios.pt 14 de Dezembro de 2010 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O primeiro-ministro italiano está na "corda bamba", não tendo quaisquer garantias de conseguir manter-se no cargo após as votações de hoje na câmara baixa do Parlamento. A incerteza é grande: o resultado da moção de censura, apresentada pela oposição, deverá decidir-se por um ou dois votos de diferença.
As consequências da votação também não são imediatas: mesmo que perca, Silvio Berlusconi pode voltar a candidatar-se nas próximas eleições gerais, admitem vários analistas; mesmo que ganhe, caso seja por uma pequena margem, o primeiro-ministro admite convocar eleições antecipadas e demitir-se.

A "partida" começa às 9h00 locais (8h00, em Lisboa) e em jogo vai estar uma moção de confiança apresentada pelo próprio Governo de Berlusconi. A votação deverá, aqui, ser favorável ao primeiro-ministro, porque a coligação deste engloba 174 senadores em 315. O óbice estará presente na votação seguinte, desta vez na câmara baixa do Parlamento italiano.









logo_empresas

Ver comentários
Saber mais Silvio Berlusconi Parlamento italiano Itália
Mais lidas
Outras Notícias