Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal foi o país da UE onde o desemprego mais baixou em setembro

Portugal regista nesta altura uma taxa de desemprego ligeiramente acima da média da UE, mas está seis décimas abaixo da média da Zona Euro.

Espanha e Itália são os país europeus mais afetados pela epidemia de covid-19.
Juanjo Martin/EPA
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 30 de Outubro de 2020 às 10:53
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A taxa de desemprego estabilizou na Zona Euro e na União Europeia em setembro, sendo que entre os países onde se registou uma descida Portugal, a par da Letónia, conseguiu a redução mais acentuada.


Tal como tinha já anunciado ontem o Instituto Nacional de Estatística, a taxa de desemprego em Portugal baixou de 8,1% em agosto para 7,7% em setembro. A redução de 0,4 pontos percentuais foi a mais forte entre todos os países da União Europeia, tendo sido igualada apenas pela Letónia, que reduziu a taxa de desemprego de 8,8% para 8,4%.


Na Zona Euro a taxa de desemprego ficou estável em 8,3% e na União Europeia também igualou o registo de agosto (7,5%), revela hoje o Eurostat. A União Europeia chegou a setembro com praticamente 16 milhões de pessoas sem emprego, sendo que 13,6 milhões deles estavam na Zona Euro. Comparando com setembro do ano passado a UE adicionou mais de 1,8 milhões de pessoas sem emprego, sendo que este forte agravamento está relacionado com os efeitos da pandemia.

Em Portugal o Eurostat calcula 399 mil pessoas sem emprego no final de setembro, contra 341 mil no mesmo mês do ano passado.


Portugal regista nesta altura uma taxa de desemprego ligeiramente acima da média da UE, mas já seis décimas abaixo da média da Zona Euro.


O Governo português prevê acabar 2020 com uma taxa de desemprego de 8,7%.

Ver comentários
Saber mais Eurostat Zona Euro União Europeia taxa de desemprego
Outras Notícias