Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Poucos acreditam que o acordo seja uma solução definitiva para a crise

A disciplina orçamental e o crescimento económico são vistos como a única solução consistente para a crise.

Rui Peres Jorge rpjorge@negocios.pt 15 de Março de 2011 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Em Janeiro, Wolfgang Schaeuble, o ministro das Finanças alemão, defendeu que as novas respostas à crise que estavam em negociação só deveriam ser apresentadas daí a dois meses, em Março. Isto para que a solução fosse estrutural e duradoura: não podemos estar sempre a renegociar os mecanismos disponíveis, afirmou. O novo acordo ganhou de facto forma este mês, mas nem por isso o objectivo parece ter sido atingido, dizem vários especialistas.


logo_empresas

Ver comentários
Saber mais crise Europa
Outras Notícias