Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Preços da electricidade disparam nos mercados europeus

Os preços da electricidade estão a subir fortemente na Europa, a negociar no nível mais alto desde há mais de dois anos na Alemanha.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 15 de Março de 2011 às 16:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Alemanha decidiu suspender os sete reactores nucleares mais antigos do país, depois das explosões registadas no Japão na sequência do pior terramoto da sua história, na sexta-feira passada.

Esta decisão está a provocar uma escalada dos preços da electricidade no Velho Continente, refere a Bloomberg.

Os contratos de futuros sobre carga base de electricidade para o próximo trimestre na Alemanha – maior mercado de electricidade da Europa – subiram para o valor mais alto desde Novembro de 2008, ao dispararem 16% para 62,75 euros por megawatt/hora.

Em França, que é o segundo maior mercado da Europa, o preço da compra de electricidade no próximo trimestre registou um forte aumento de 14%, para 61,75 euros por MW/h. O país obtém mais de 80% da sua electricidade através dos seus 58 reactores.

A Alemanha impos uma moratória de três meses sobre os seus sete reactores nucleares mais antigos (todos construídos antes de 1980), período durante o qual avaliará a segurança das instalações, disse a chanceler Angela Merkel, citada pela Bloomberg.

Também o ministro francês da Indústria, Eric Besson, afirmou que o acidente nuclear no Japão vai questionar a segurança e o futuro da energia nuclear na Europa.

No mercado nórdico da electricidade – que inclui a Suécia, Dinamarca e Finlândia e que é dominado por capacidade hídrica e nuclear – o preço para o próximo trimestre subiu hoje 8,8% para 65,15 euros por MW/h.

No que diz respeito aos contratos para o próximo ano, na Alemanha o preço foi catapultado para os 58,45 euros por MW/h, o que correspondeu a um aumento de 4,5%.

Na República Checa, a reacção também foi de subida depois do anúncio da decisão do Governo alemão. O contrato a um mês do mercado checo disparou 19% para 62,95 euros, referem os dados da Bloomberg.

Ver comentários
Saber mais electricidade Europa Alemanha França
Mais lidas
Outras Notícias