Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Presidente do banco central da Grécia grego corta salário em 30%

Determinado a manter o processo de racionalização de custos da instituição, George Provopoulos decidiu cortar o seu próprio salário em 30%.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 18 de Setembro de 2012 às 19:34
  • Partilhar artigo
  • 8
  • ...
O presidente do banco central da Grécia George Provopoulos (na foto) cortou o seu salário em 30% no âmbito dos cortes que estão a ser realizados pela instituição e dos esforços para tornar a economia grega mais competitiva, disse uma fonte do banco à Reuters, de acordo com o jornal grego "Kathimerini".

A mesma fonte avançou à Reuters que George Provopoulos já informou o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, da sua decisão. Na carta enviada a Draghi, o responsável detalhou ainda as medidas que estão a ser tomadas para reduzir os custos operacionais do banco.

"Estou determinado a continuar o processo de racionalização de custos no Banco de Grécia. Assim, decidi reduzir o meu salário em mais 30%, após um corte de 20% em Dezembro de 2009", terá escrito Provopoulos na carta enviada a Draghi, segundo o jornal grego "Kathimerini".
Ver comentários
Saber mais George Provopoulos Grécia banco central Mario Draghi
Outras Notícias