Europa Primeiro-ministro eslovaco internado com infeção respiratória

Primeiro-ministro eslovaco internado com infeção respiratória

O primeiro-ministro da Eslováquia, Peter Pellegrini, foi internado de urgência ontem à noite devido a uma infeção respiratória, com as eleições no país à porta.
Primeiro-ministro eslovaco internado com infeção respiratória
Negócios 24 de fevereiro de 2020 às 16:34
O primeiro-ministro da Eslováquia, Peter Pellegrini, foi internado na noite passada com uma infeção respiratória, acompanhada de febre, tendo sido obrigado a cancelar a sua agenda numa semana de eleições parlamentares no país, segundo a Reuters, que citou um comunicado do seu gabinete de comunicação. 

Era esperado que Pellegrini, de 44 anos, se apresentasse a um debate televisivo no domingo, com todos os líderes dos partidos que vão a eleições no próximo sábado, dia 29 de fevereiro. 

"O primeiro-ministro Peter Pellegrini foi hospitalizado ontem à noite devido a uma infeção aguda ao nível respiratório acompanhada de altas temperaturas. Devido à sua condição, está a cancelar temporariamente toda a sua agenda", disse o gabinete de comunicação do atual primeiro-ministro eslovaco. 

As mais recentes sondagens realizadas no país mostraram que o partido de Pellegrini, o Smer (de centro-esquerda) poderá sentir dificuldades em manter a liderança parlamentar, numa altura em que o segundo maior partido da oposição, o OL'aNO, vai galgando terreno. Em cima da mesa está também a hipótese de uma coligação entre alguns partidos de menor dimensão, que pode complicar as contas a Peter Pellegrini.

Na semana passada, o líder eslovaco esteve reunido em Bruxelas com todos os seus homólogos europeus durante dois dias, incluindo o primeiro-ministro português António Costa, no âmbito da cimeira europeia extraordinária para se decidir o montante do próximo orçamento de longo prazo da União Europeia (Quadro Financeiro Plurianual 2021-27).





Marketing Automation certified by E-GOI