Europa Primeiros refugiados chegam à fronteira com a Croácia

Primeiros refugiados chegam à fronteira com a Croácia

Os primeiros refugiados chegaram esta quarta-feira à cidade sérvia de Sid, junto à fronteira com a Croácia, abrindo a possibilidade de uma nova rota pela Europa depois de a Hungria ter selado as fronteiras.
Primeiros refugiados chegam à fronteira com a Croácia
Reuters
Lusa 16 de setembro de 2015 às 07:07

O grupo de 30 a 40 migrantes, a maioria sírios e afegãos, chegou a Sid ao início da manhã, depois de ter viajado de autocarro desde a Macedónia, 500 quilómetros a sul.

 

Entre o grupo com homens, mulheres e crianças, estava Amadou, de 35 anos, da Mauritânia.

 

"Ouvimos dizer que a Hungria estava fechada e a polícia disse-nos que devíamos vir por aqui", explicou.

 

"Não sabemos o que devemos fazer agora. Temos de apanhar um barco", perguntou, ficando satisfeito por saber que não é necessário atravessar água e que estava apenas a dez quilómetros da fronteira.

 

Até esta semana, a maioria dos migrantes e refugiados viajava pela Grécia, através da Macedónia e Sérvia, até à Hungria.

 

No entanto, na segunda-feira, a Hungria selou as suas fronteiras, impedindo-os de entrar.

 

A nova rota leva-os à Croácia, de onde entram na Eslovénia para chegar ao norte da Europa.

 

Como muitos outros na estação de Sid, Amadou nunca tinha ouvido falar da Croácia e não sabia que fazia parte da União Europeia.

 

"Queremos ir para qualquer lugar onde haja paz. Há tanto sofrimento na Mauritânia, tantos problemas para a nossa família, não há trabalho", lamentou.

 

Mohammed Qadir, de 20 anos, do Paquistão, também nunca tinha ouvido falar da Croácia. Apenas quer trabalhar: "De onde eu sou não há dinheiro, não há comida, não há electricidade. Tenho de ganhar algum dinheiro para os meus irmãos e irmãs". 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI