Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

"É necessária uma solução sobre um Governo de coligação esta noite"

"É claro que este Governo vai passar o testemunho, mas não o passará no vazio. Vai passá-lo ao próximo Governo", disse Papandreou.

Lusa 06 de Novembro de 2011 às 20:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O primeiro-ministro grego, George Papandreou, frisou ao início da noite que é "necessária" uma solução sobre um Governo de coligação na reunião "desta noite" com o líder da oposição, Antonis Samaras, e o presidente, Carolos Papulias.

Segundo um comunicado do Governo, o primeiro-ministro manifestou a sua esperança no alcance de um acordo sobre a formação de um novo executivo "hoje e não amanhã" (segunda-feira).

"É claro que este Governo vai passar o testemunho, mas não o passará no vazio. Vai passá-lo ao próximo Governo", acrescentou Papandreou, sublinhando a importância de se evitar uma política de "cadeira vazia" na zona euro, em plena negociação do segundo pacote de ajuda à Grécia.

O líder da oposição conservadora na Grécia, Antonis Samaras, aceitou hoje à tarde o convite do primeiro-ministro para uma reunião, que já está a decorrer, com o Presidente, e que poderá resultar num acordo quanto à formação de um Governo de coligação.

Segundo o Governo, o encontro visa "explorar rapidamente a possibilidade de um entendimento", na sequência de uma "guerra de nervos" entre Antonis Samaras e o primeiro-ministro, George Papandreu, desde o início do fim de semana.

Papandreou só aceitava demitir-se caso houvesse um acordo para um Governo de coligação e Samaras reclamava precisamente o contrário.

De acordo com Papandreou, o novo Governo deve evitar a saída do país da zona euro e garantir a execução até 2012 do plano de redução da dívida do país assinado com os parceiros europeus na cimeira de final de Outubro.

O líder da Nova Democracia, o maior partido da oposição, admitiu participar num Governo de unidade nacional com o PASOK "caso Papandreou se demita ainda hoje", disse anteriormente à Lusa fonte governamental.

Ver comentários
Saber mais Papandreou Grécia
Outras Notícias