Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

"Transportes 2050": Novo projecto da Comissão Europeia

A Comissão Europeia está a delinear um plano para reforçar a mobilidade entre os países e diminuir as emissões tóxicas. O programa é o "Transportes 2050" e visa o melhoramento da mobilidade e a promoção do crescimento do emprego.

Andreia Major amajor@negocios.pt 28 de Março de 2011 às 13:28
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
“A Comissão Europeia adoptou hoje uma estratégia global (Transportes 2050) para um sistema de transportes competitivo que aumente a mobilidade, diminua os principais obstáculos em domínios fundamentais e promova o crescimento e o emprego. Simultaneamente, as propostas limitarão radicalmente a dependência da Europa em relação às importações de petróleo e reduzirão em 60% as emissões de carbono dos transportes até 2050.”, avança a Comissão Europeia em comunicado.

Para alcançar os objectivos propostos, a Comissão Europeia considera necessária a transformação do sistema actual de transportes europeu, e para isso estabeleceu uma lista de objectivos a alcançar até 2050, tais como: “Retirada dos veículos de motorização convencional do meio urbano, quota-parte de 40% de combustíveis hipocarbónicos sustentáveis no sector da aviação; redução de pelo menos 40% das emissões do transporte marítimo. Transferência para outros modos, como o ferroviário e o fluvial, de 50% do transporte rodoviário interurbano de médio curso, quer de passageiros quer de mercadorias e a conjugação de todos estes factores contribuirá para uma diminuição de 60% das emissões provenientes dos transportes até meados do século”, conforme refere o comunicado da Comissão Europeia.

“A estratégia ‘Transportes 2050’ constitui um roteiro para um sector dos transportes competitivo capaz de reforçar a mobilidade e diminuir as emissões. (...) A existência de sistemas de transporte competitivos é essencial em termos de capacidade de concorrência da Europa no mundo, de crescimento económico, de criação de emprego e de qualidade de vida dos cidadãos. A redução da mobilidade não é uma opção; a manutenção do status quo também o não é. É possível romper a dependência do sistema de transportes em relação ao petróleo sem sacrificar a sua eficiência e comprometer a mobilidade. É possível encontrar uma solução vantajosa em todos os aspectos”, declara o vice presidente Siim Kallas, responsável pela pasta dos transportes, no comunicado.

O “Transportes 2050” pretende criar “um espaço único europeu do transporte mais competitivo e dotado de uma rede de transportes plenamente integrada que estabeleça a ligação entre os diversos modos e permita uma mudança radical dos modelos de transporte de passageiros e mercadorias. Para este efeito, o roteiro propõe 40 iniciativas concretas para a próxima década”. O roteiro possui diversos objectivos para diferentes tipos de transporte, tais como urbano, interurbano e de longo curso.


Ver comentários
Saber mais Comissão Europeia transportes
Mais lidas
Outras Notícias