Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Receios em torno de reestruturação da dívida grega pressionam petróleo

O dia é de perdas para o petróleo, em Londres e em Nova Iorque. As preocupações em torno da possibilidade de reestruturação da dívida grega e a produção industrial em Nova Iorque, que cresceu a um ritmo menor que o esperado, estão a pressionar a matéria-prima.

Andreia Major amajor@negocios.pt 16 de Maio de 2011 às 15:52
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O petróleo deslizou hoje nos dois mercados em que negoceia pela primeira vez em três dias, influenciado pelos receios em torno das conversações da Europa e do Fundo Monetário Internacional, que apontam para a possibilidade de renegociar o programa de ajuda financeira, nomeadamente através de um alargamento dos prazos.

Também os dados da produção industrial dos Estados Unidos revelaram que a produção cresceu a um nível inferior ao esperado.

Os acontecimentos estão a empurrar a matéria-prima para terreno negativo. O Brent do Mar do Norte, negociado em Londres, está a cair 0,29% para 113,5 dólares por barril. Já o barril de crude WTI, negociado na Nymex, está a desvalorizar 0,68% para 98,97 dólares por barril.

O preço do petróleo chegou a cair 2% na sessão de hoje, devido à especulação de que os ministros europeus e o FMI acordaram aumentar o valor do resgate à Grécia. O índice económico da Reserva Federal de Nova Iorque caiu para 11,9 de 21,7 em Abril, declarou o banco hoje.

“Continuamos a seguir de perto os problemas da dívida na Grécia e o que irão significar para a maior economia europeia e para o dólar”, disse Peter Beutel, presidente da Cameron Hanover, consultora energética em Connecticut.

“Todos estão a seguir de perto os dados económicos. Os dados de hoje poderão significar que a Reserva Federal poderá precisar de surgir com novos estímulos”, concluiu Beutel.
Ver comentários
Saber mais petróleo Brent crude WTI Grécia Nova Iorque
Outras Notícias