Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Rehn: Espanha está no "caminho certo" para resolver a crise

O comissário da União Europeia para os Assuntos Monetários acredita que Espanha está "no caminho certo" e que a Europa fez "bastantes progressos" no combate à crise. Também está optimista quanto ao papel da China no reforço da capacidade de crédito do FMI.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 20 de Abril de 2012 às 10:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O comissário europeu Olli Rehn elogiou as políticas que Espanha tem implementado para combater a crise, em entrevista que deu ontem à Bloomberg TV. O país está a trabalhar para ultrapassar os desafios que tem encontrado “com uma determinação muito forte” e está “no caminho certo” no que diz respeito às políticas que está a implementar.

Já a Europa tem feito “bastantes progressos” na resposta à crise da dívida soberana. No último par de meses temos visto sinais muito claros de estabilização nos mercados financeiros”, disse Rehn. “Sim, houve tensões [nos mercados] durante as últimas duas semanas e agora é importante que cada país e cada instituição faça a sua parte, faça o seu trabalho de forma a estabilizar mais a economia europeia, de forma a que possamos finalmente virar a esquina da simples estabilização para o crescimento sustentável e o emprego”, acrescentou.

O responsável teve, hoje, “um debate muito construtivo” com o vice-primeiro-ministro da China, Wang Qishan, acerca da sua contribuição para o esforço global de aumentar a capacidade de crédito do Fundo Monetário Internacional (FMI).

“O meu entendimento é de que a China não estará ausente da mesa quando a decisão for tomada e que venha a ser parte do esforço global de reforço dos recursos do FMI”, disse na entrevista à Bloomberg. “Estou confiante de que a China venha a desempenhar um papel construtivo para chegar a uma decisão quanto aos recursos do FMI”.

Ver comentários
Saber mais Europa Fundo Monetário Internacional economia crescimento FMI Comissário Europeu União Europeia
Outras Notícias