Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Reino Unido prepara privatização ou venda parcial dos Correios

Problemas de rentabilidade no serviço em áreas rurais já levantam dúvidas aos sindicatos.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 10 de Setembro de 2010 às 15:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Governo britânico está a iniciar o processo de privatização ou de venda parcial do Royal Mail, serviço de correios do Reino Unido, de acordo com indicações do secretário de Estado dos Negócios.

As preocupações com as entregas em áreas rurais, onde a exploração privada pode não ser rentável, já começaram a ser levantadas pelos sindicatos.

Segundo o “The Guardian”, Vince Cable anunciou hoje que uma nova legislação seria introduzida no Outono para permitir a injecção de capital privado, de forma a proteger o Royal Mail da falência. Parte do grupo deverá ser entregue aos funcionários, porção que, de acordo com a publicação, deverá ser de 20%.

Cable referiu uma combinação de “desafios potencialmente fatais” que levam à necessidade daquela acção, desde a diminuição da quantidade de serviços ao menor investimento, além da sua ineficácia, com um défice estimado em 8 mil milhões de libras em Março (9,7 mil milhões de euros).

“Estamos determinados a salvaguardar o Royal Mail para o futuro e ajudá-lo a enfrentar estes desafios”, referiu.

No entanto, os sindicatos já se mostraram contra os planos governamentais e defenderam que os mesmos levarão a que seja dada menor atenção aos habitantes de áreas rurais e poderão conduzir ao fim da obrigação de serviço universal, em que as entregas deveriam chegar “praticamente a qualquer endereço por todo o país”, como se lê no sítio oficial do Royal Mail.

Um dos medos dos sindicatos é que os funcionários percam as reformas, devido precisamente ao valor do défice.
Ver comentários
Outras Notícias