A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Rússia concorda estender empréstimo a Chipre em mais dois anos e reduzir juro para 2,5%

A Rússia concordou estender a maturidade e reduzir a taxa de juro do empréstimo a Chipre, providenciando um alívio financeiro à ilha que está a ser alvo de um resgate da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Bloomberg
Jorge Garcia jorgegarcia@negocios.pt 06 de Maio de 2013 às 15:34
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

A Rússia concordou estender a maturidade do empréstimo feito a Chipre em dois anos, e também reduzir a taxa de juro em dois pontos percentuais, uma decisão que poderá vir a ser fundamental para que a ilha volte a recuperar a estabilidade.

 

Chipre cumpriu com todas as condições definidas pelos credores internacionais para receber os primeiros três mil milhões de euros de um resgate de 10 mil milhões, segundo um documento da troika, com data de 30 de Abril e divulgado esta segunda-feira.

 

A Rússia emprestou ao Chipre 2,5 mil milhões de euros em 2011, por um período de cinco anos, com uma taxa de juro de 4,5%. A extensão do prazo e a redução da taxa de juro vai aliviar Nicósia, ajudando a ilha a recuperar a estabilidade financeira.

 

“A garantia foi obtida através das autoridades cipriotas que confirmam um acordo entre Chipre e a Rússia para a extensão da maturidade do empréstimo russo em dois anos, que será saldado em 2018, com uma redução da taxa de juro de 4,5% para 2,5%”, segundo o documento.

 

Chipre assegurou um resgate de três anos por parte da Zona Euro e do FMI no mês passado, tornando-se o quinto país a recorrer a ajuda financeira como resultado da crise das dívidas soberanas.

Ver comentários
Saber mais Rússia Chipre FMI resgate
Mais lidas
Outras Notícias