Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sarkozy apoia manutenção do lugar de Espanha na comissão executiva do BCE

Rajoy apoia o objectivo de Sarkozy, de introduzir a taxa Tobin.

Rita Faria afaria@negocios.pt 16 de Janeiro de 2012 às 17:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, esclareceu hoje, perante o presidente francês, Nicolas Sarkozy, que Espanha quer manter um lugar na comissão executiva do Banco Central Europeu (BCE), uma vez que no dia 31 de Maio, o espanhol José Manuel González-Páramo cessará funções no banco central.

Rajoy falou publicamente sobre o seu objectivo, depois do encontro com Nicolas Sarkozy, e o anúncio da sua petição contou com o apoio da vizinha França.

“Rajoy trará sabedoria, e França apoiará com todas as suas forças a representação de Espanha nas instâncias executivas do BCE”, afirmou Sarkozy, no final da reunião, citado pelo "Expansión".

O mandato de oito anos do espanhol José Manuel González-Páramo, actualmente na comissão executiva do BCE, terminará no próximo dia 31 de Maio, abrindo a porta a que outro país ocupe o seu lugar, no caso de os líderes europeus, a quem cabe a decisão, decidirem afastar a Espanha.

De qualquer forma, explicou Rajoy, o peso de Espanha na economia da Zona Euro pode pesar na decisão, uma vez que o país representa 11% do PIB da Zona Euro, o quarto país da região, por peso económico.

Mariano Rajoy anunciou ainda, na presença de Sarkozy, que apoiará a implementação de uma taxa sobre as transacções financeiras, uma medida defendida de forma convicta pelo presidente francês há vários meses.

O primeiro-ministro espanhol garantiu a Sarkozy que França poderá contar com o “apoio político” do governo de Espanha para levar a cabo a chamada Taxa Tobin.
Ver comentários
Saber mais Mariano Rajoy Nicolas Sarkozy BCE
Outras Notícias