Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Schäuble: "Gregos podem votar em quem quiserem" que nada vai mudar

Ministro das Finanças alemão avisa que, qualquer que seja o resultado das eleições de 17 de Junho, nada vai mudar a situação de crise em que o país mergulhou, nem evitar a necessidade de reformas profundas.

Rita Faria afaria@negocios.pt 13 de Junho de 2012 às 11:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • 35
  • ...
Numa entrevista à revista alemã “Stern magazine”, citada pela Bloomberg, o ministro das Finanças germânico, Wolfgang Schäuble, afirmou que o resultado das eleições na Grécia não vai alterar a situação económica do país nem evitar a necessidade de profundas e dolorosas reformas estruturais.

Nas eleições de 17 de Junho, “os gregos podem votar em quem quiserem”, disse Schäuble à “Stern magazine”. “Mas qualquer que seja o resultado das eleições, ele não mudará em nada a actual situação do país, que está numa posição dolorosa, provocada por décadas de falhas da economia”.

O ministro das finanças alemão confessou ainda que tem “uma grande simpatia pelos cidadãos gregos” que estão a sentir na pele os efeitos da austeridade. “Não posso poupá-los a isso. As crises raramente são justas”.

“Não é fácil cortar o ordenado mínimo na Grécia, se pensares em todos os proprietários de iates”, disse Schäuble. “Mas o ordenado mínimo na Grécia está apenas a cair para o nível de Espanha. Se o país quer ser competitivo de novo, tem de baixar”.

Ver comentários
Saber mais Eleições Grécia Alemanha Schauble
Outras Notícias